Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
212 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59112 )

Cartas ( 21236)

Contos (13108)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9435)

Erótico (13481)

Frases (46498)

Humor (19274)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138219)

Redação (3053)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5520)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Vem amar e possuir-me -- 16/06/2002 - 08:15 (Antonio Azevedo Maia) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. --- Vem, possui-me, ama-me...

--- Sou o néctar que procuras

--- A luz que ilumina teus sonhos

--- a génese das tuas loucuras



--- Sou o querer que vais negando

--- Rio que não deixas secar

--- Sou a revolta que há em ti

--- Nesse desejo de me agradar



--- Sou a brisa fresca

--- Suave carícia no teu rosto

--- Âmago de espirituosa bebida

--- Com que deleitas teu gosto



--- Sou o sol que te aquece

--- O ruído que te atrai,

--- Sou esse que gostas mas desconheces

--- E de teu pensamento não sai



--- Sou o cheiro e o som

--- A beleza, a transcendência, a cor

--- Aquele que só se conhece

--- Quando a ansiedade desaparece

--- Cedendo lugar ao amor.





----------António Azevedo Maia----------
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui