Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
27 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57766 )
Cartas ( 21192)
Contos (12688)
Cordel (10207)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9127)
Erótico (13426)
Frases (44571)
Humor (18706)
Infantil (3973)
Infanto Juvenil (2911)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138411)
Redação (2955)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5041)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Se eu Lavo, se eu Cozinho -- 19/11/2002 - 17:49 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
SE EU LAVO, SE EU COZINHO
José de Sousa Dantas

Saiba que na moradia
tem diversa obrigação
cozinhar, limpar fogão
tem serviço todo dia
roupa na lavanderia
uma calça cor de vinho
camisa e calção de linho
pra limpar, se usa OMO
nessa luta não embromo
Se eu lavo, se eu cozinho

Quando tem muito serviço
começo de madrugada
a comida é preparada
dentro do meu compromisso
eu não faço reboliço
tomo logo um cafezinho
começando bem cedinho
vou passar ferro na roupa
e a energia a gente poupa
Se eu lavo, se eu cozinho

Lá no meu apartamento
quando vivia solteiro
limpei piso do banheiro
pra fazer um polimento
mas depois do casamento
recebi todo carinho
a mulher fica pertinho
vou sentindo mais disposto
porque ela tem o gosto
Se eu lavo, se eu cozinho

Convivendo com pessoa
que procura me ajudar
zela as coisas do meu lar
que ao trabalho não enjoa
já me sinto numa boa
prosseguindo no caminho
vejo que não tou sozinho
a mulher vive a meu lado
vejo que dá resultado
Se eu lavo, se eu cozinho

Sei que gosto de fazer
meu trabalho com amor
com coragem e com vigor
pra melhor sobreviver
ele é o meu lazer
e a quentura do meu ninho
no cantar do passarinho
tenho mais disposição
para ter satisfação
Se eu lavo, se eu cozinho

Eu fico sempre ansioso
se não há o que fazer
mas procuro me envolver
num trabalho valioso
fico logo curioso
passo a ser mais ligeirinho
vai me dando um friozinho
que me enche de emoção
pra sentir a sensação
Se eu lavo, se eu cozinho

Com a minha companheira
levo a vida que sonhei
a mulher que desejei
do meu lado a vida inteira
eu trabalho, eu faço feira
não incomodo vizinho
nem pratico murmurinho
dentro do meu ambiente
e a mulher fica contente
Se eu lavo, se eu cozinho

Sou homem trabalhador
tenho sangue nordestino
trabalhei desde menino
na luta de agricultor
hoje que sou escritor
faço tudo com alinho
sou feliz no meu cantinho
já estou acostumado
que me sinto realizado
Se eu lavo, se eu cozinho.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 718 vezesFale com o autor