Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57369 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44123)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138537)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Infanto_Juvenil-->BISCOITOS VIRTUAIS -- 06/10/2017 - 01:51 (PAULO FONTENELLE DE ARAUJO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Ecoo a frase do escritor Oswald de Andrade sobre os seus poemas.
“A massa ainda comerá o biscoito fino que fabrico”.

Mas eu não produzo biscoitos,
eu imagino  caveiras
surgidas do cristal
que adornará bolos de festa
e prosas poéticas.
Atiro ossos de açúcar
nas cavidades do texto
até compor o fêmur doce
que junta os sonetos.
Encaixo  vocábulos
e na combinação
faço surgir versos marcados como:

“ Vejo a ferida na cadeia digital,
porque estamos com o dedo
no século 21
e mal soltamos poemas,
criaturas intangíveis 
na realidade virtual
dos “Pokémon Go".

Contudo, um dia ainda veremos ,
quando a essência da poesia raiar novamente, 
e as crianças  não forem mais
softwares aplicativos; 
elas realizarem tarefas poéticas
de um mundo outra vez infantil:
“Ciranda, cirandinha,
Vamos todos cirandar...
O anel que tu me deste
era cifra e se ocultou.
O amor que tu me tinhas
foi download e não baixou”.

DO LIVRO: "O ÚLTIMO FOGUETE


 

"

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui