Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
245 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57940 )
Cartas ( 21204)
Contos (12788)
Cordel (10234)
Crônicas (22050)
Discursos (3145)
Ensaios - (9188)
Erótico (13450)
Frases (45027)
Humor (18875)
Infantil (4089)
Infanto Juvenil (3117)
Letras de Música (5496)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138516)
Redação (2984)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5184)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->Toda Moça Cheira a Rosa -- 12/11/2002 - 15:42 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência
Dantas, em 01/10/2002


Pra saber a diferença
da velha pra uma moça
a boca não é insossa
se quiser peça licença
vá sabendo que é imensa
a chama da turbulência
quem procura tem ciência
do sabor da mais cheirosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

A moça é principiante
a velha é experiente
a moça é adolescente
e a velha é insinuante
a moça impressionante
a velha é conveniência
a moça é correspondência
e a velha é astuciosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

Uma deusa feminina
da cor da rosa pitanga
seu suor só cheira a manga
chega aumenta adrenalina
sua boca pequenina
de suave saliência
todo homem tem potência
ficar perto da mimosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

A moça tem vaidade
a velha tem energia
a moça tem simpatia
e a velha tem liberdade
a moça tem castidade
a velha faz reverência
a moça tem preferência
e a velha é religiosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

Moça usa sutiã
velha usa califom
moça gosta de batom
e a velha cheira avelã
a moça cheira a maçã
a velha cheira a hortênsia
moça cheira a inocência
cada uma é melindrosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

Tem magrela, tem gordinha
tem a sonsa e tem calada
tem a santa e tem danada
têm a alta e a baixinha
tem a feia, a bonitinha
a de fora e a da querência
a que tem muita vivência
a rude e a talentosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

Quem vive no interior
já conhece essas figuras
que são pobres criaturas
mas são ricas de amor
conservam muito calor
no clima da resistência
alentando a convivência
com a família virtuosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência

O amor não tem idade
nem religião nem cor
que a força do amor
sempre leva à igualdade
traz muita felicidade
vibração e florescência
saúde e benevolência
com vida maravilhosa
Toda moça cheira a rosa,
toda velha guarda essência.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui