Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
53 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57107 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43758)
Humor (18485)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2717)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Flor do Sertão -- 19/05/2002 - 16:30 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Eu irrigava meu triste jardim todo dia

Por mais que o solo favorecesse

Parecia uma triste mania

Brotava todo tipo de muda

Mas nenhuma me dava alegria

de ser singela, bela e amorosa.



O meu coração ficava em prantos

Sentindo sempre a dor da decepção

da mágoa e agonia.



Só que teve um dia

que fui procurar alegria

Em outro lugar, no sertão

Onde não podia esperar,

Como num sopro divino

Encontri a mais bela

Entre todas flores

A flor rara e única,

A flor do sertão

Que por ela fiquei apaixonado

E levei-a para o meu jardim,

Estando agora enraizado

para sempre em meu coração.

xxxxxxxxxx

Marcelo de Oliveira Souza







Do Livro de ColetâneaEscritores Brasileiros em Prosa e Verso ano 2000 p.183

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui