Usina de Letras
Usina de Letras
34 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61983 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10446)

Cronicas (22532)

Discursos (3236)

Ensaios - (10271)

Erótico (13561)

Frases (50402)

Humor (20004)

Infantil (5392)

Infanto Juvenil (4728)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140727)

Redação (3291)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1957)

Textos Religiosos/Sermões (6144)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Alô, alô... cês tão por ai? -- 30/12/2000 - 09:47 (Andréa Abdala) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


Meu Cumpadre, JB
cê tá repleto de razão
estão tentando fazer
angu com miolo de pão
Não respeitam o escritor
sabe-se lá se o respeitarão


De um lado o tal vilão
quer chupar nosso pescoço
acontece que o cidadão
não faz como você moço
poesia com charme e graça
de se apreciar até o osso


Estarei pertindo do cês
precisando é só chamar
nem tente me convencer
num penso daqui recuar
boa poeta pretendo ser
com todos a me ensinar


Um abraço apertado
o Ano Novo tá chegando
correu o doido apressado
parece que veio voando
Espero que sejam felizes
e nos aqueçam "poetando"


Vou ficando por aqui
escrevendo com o coração
com ôces posso sorrir
e rabiscar este cordão
sem mais nada a declarar
deixo a todos um beijão.


©Andréa Abdala
301200


- Ao poeta JB Xavier e aos amigos do bom cordão.
Podem chamar o meu de barbante que não fico triste não. Carinho da Andréa Abdala

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui