Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
263 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58096 )
Cartas ( 21211)
Contos (12851)
Cordel (10239)
Crônicas (22075)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13450)
Frases (45237)
Humor (18921)
Infantil (4142)
Infanto Juvenil (3222)
Letras de Música (5502)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138669)
Redação (2994)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5241)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Pedido de Paz. -- 07/09/2005 - 22:36 (Marcelo Torca) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A PAZ está batendo a nossa porta, pelo menos é essa a minha impressão, pode parecer o contrário, as imagens na televisão nem sempre dizem da realidade, mas pedaços desta, e esta manifestação pacífica esta acontecendo no momento, onde a violência parece dominar, quando estamos aparentemente no meio de um caos, porém, ao insistir em educação para todos, saúde pública, creche, bibliotecas, teatro, música, esportes, estamos incentivando a "Cultura da Paz", um cidadão bem formado e informado tende a ser pacífico, crítico, consciente de seus deveres e direitos.

Não podemos confundir o combate à violência, com o desarmamento de pessoas ordeiras e bem intencionadas, não haverá paz se há falta de emprego, e falta de emprego gera violência, esta manifesta-se através de palavras, atitudes brutas, falta de paciência. O desarmamento em si não promove um combate a violência, pois não temos um controle significativo das armas produzidas e utilizadas em território brasileiro, e nem como parar todos os dias todos os cidadãos brasileiros para fazer a devida revista, para saber se estão portando armas de fogo ou não, pois o que realmente vale é a atitude, e nisso é que deveríamos nos concentrar, procurando assim, meios para melhorar a dignidade e transparência de nossa sociedade.

Aqueles que não seguem as regras, leis não importam, o pior problema é o cidadão decente ficar desprotegido, pois não há um policial em cada esquina, mas voluntários sim, por isso eu insisto na mudança de atitude para combater a violência, ao que está sendo proposto, sobre um prebiscito para decidir sobre a legalidade de portar armas, tenho uma música chamada VIOLÊNCIA, onde conceituo o que é violência, está em "Letras de Música", portar armas não significa ser violento, mas se não tivermos outras alternativas para combater a violência, acredito que o preconceito e a discriminação matam mais do que armas de fogo, pois tiram a dignidade das pessoas, essencial para se ter uma saúde boa.



Marcelo Torca.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui