Usina de Letras
Usina de Letras
22 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61949 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10254)

Erótico (13559)

Frases (50353)

Humor (19993)

Infantil (5387)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140710)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Ladeiras -- 21/04/2002 - 20:09 (André da Silva Galvão) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Lá de sua ira

Ladeira ira de lá

Lá de dentro até a beira

Ladeira até acabar



Lá do fundo da lira

Latente e demente até sarar

Lá do fundo até o alto

Ladeira até alcançar



Lá onde as pedras fazem curvas

Lamentar até acabar

Lá do alto inocente

Lançando os olhos o topo está



Lá de suave ginga

Lançando o corpo de lá para cá

Lá vai minha alma descendo

Laçando o meu olhar



Lá em baixo o meu corpo

Laçando a minha alma

Lá vai minha alma descendo

Lamentando até me encontrar







Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui