Usina de Letras
Usina de Letras
125 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62145 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13566)

Frases (50551)

Humor (20021)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140784)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6175)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Melissas -- 21/04/2002 - 19:33 (André da Silva Galvão) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
(para Melissa, uma garota de Lavras)



Os teus olhos verdes são uma janela

Eu vejo longe... longe

Lembra-se de um jardim enorme com pequenos micos nas árvores

Havia um tanque na praça com peixinhos coloridos



Aquela cidade tinha uma rua somente

A rua do jardim

Aquele jardim esta tão pobrezinho atualmente

Começam a surgir outras ruas, ruas sem jardim



Que belo jardim traz em sua alma

Meus olhos quase não podem alcançá-lo

Os tempos de agora parecem querer nublar minha visão

Que pessoa bonita é você



Eu percebo a beleza de longe

No escuro, do presente, as pupilas se dilatam e eu posso ver o seu coração de ouro

Sorria docemente



Seu sorriso precisa existir

Como uma planta precisa do sol

Eu preciso

Basta sorrir



O sorriso de uma criança

Não por mim... Por ninguém... Por nada

Um sorriso sem sentido

O sentido da vida



Um jardim em cada rua,

Cada rua que aparecer...

Naquela cidade de muitas ruas,

Para tudo ficar bonito basta você sorrir...

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui