Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
72 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59135 )

Cartas ( 21236)

Contos (13102)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46519)

Humor (19281)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138234)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Letras_de_Música-->CARENTE -- 29/04/2003 - 09:51 (Antonio Albino Pereira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. Se você soubesse
Como estou vivendo,
Planta ressecada,
Já quase morrendo.

Essa sua ausência,
Como ventania,
Levou a alegria,
Me deixou sofrendo.

Não vou implorar
Pra você voltar,
Mas quando me ver
Vai compreender.

Sou planta carente
Sem frutos pra dar,
Só tristeza e dor
Posso semear.

Fico esperando,
Planta quase morta,
Ver você entrar
Por aquela porta.

Dizer que voltou
Pra não mais partir,
E me abraçar,
Me fazer sorrir.

Se você voltar,
Pra me replantar,
Pra me adubar,
Me ver renascer.

Ver a flor brotar,
Das cinzas reviver,
E desabrochar
Pro seu bem querer.

Não estou propondo,
Nem mesmo implorando,
Só estou morrendo
Sem o seu amor.

Com você aqui
Sou flor renascendo,
Sou rosa vermelha,
A mais linda flor.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui