Usina de Letras
Usina de Letras
96 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62140 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10447)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10334)

Erótico (13566)

Frases (50548)

Humor (20019)

Infantil (5415)

Infanto Juvenil (4749)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140778)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6172)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->A outra face do terror -- 17/12/2004 - 23:10 (Athos R. Miralha da Cunha) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos




A outra face

Athos Ronaldo Miralha da Cunha



Qual o futuro da humanidade se a cada dia surgem novas formas de terrorismo? Como sermos otimistas com um mundo de paz se as atitudes dos homens ruma à barbárie?

O ser humano esta sendo alijado do simples direito de viver.



Recentemente, o candidato da oposição à presidência da Ucrânia, Viktor Yushchenko sofreu um atentado terrorista. Em pouco mais de três meses começaram a aparecer deformações em seu rosto. Os médicos de Viena constataram uma elevada concentração de dioxina em seu sangue e tecidos. E detectaram como causa o envenenamento.

As acnes em seu rosto começaram a aparecer poucos dias após ter tomado uma sopa quando fazia campanha eleitoral. Sua esposa havia detectado gosto de veneno ao beijar Yushchenko.

Esse envenenamento é um terrorismo silencioso. Mostra, literalmente, a sua outra face. Como sempre, cruel e desumana.

Um atentado envolto em mistério e camuflado pela dissimulação e ocultado pela extrema covardia. O que passa pela cabeça de uma pessoa ao olhar-se no espelho e ver a sua face transformada a cada dia. Até parece um filme de ficção.



Os atentados em Nova Iorque, Madri e Beslan foram contra a vida de várias pessoas e inocentes crianças. Foram atentados visíveis, provocaram comoção e solidriedade dos povos da Terra. Os fatos foram divulgados instantaneamente pela mídia do planeta. Foram tragédias insanas. E irracionais. Atentados fulminantes contra a vida. Como esquecermos os aviões indo de encontro às torres do World Trade Center. Como esquecermos as vitimas do metrô de Madri. Como esquecermos o olhar inconsolável da mãe acariciando a face do filho sem vida em Beslan.

O terrorismo contra Viktor Yushchenko é lento. A cada manhã seu rosto será diferente. Um atentado com prazo de validade.



No entanto, o atentado a Viktor Yushchenko foi sorrateiro, silencioso e sem estardalhaço.

Uma forma de atentado que mutila, degenera e transforma a imagem da pessoa, um atentado a auto-estima. Uma tortura sem a presença física do torturador.

Com sua face deformada Viktor Yushchenko nos mostra a outra face do terror: sorrateiro, covarde e macabro.







Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui