Usina de Letras
Usina de Letras
19 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61963 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22531)

Discursos (3236)

Ensaios - (10264)

Erótico (13560)

Frases (50380)

Humor (20000)

Infantil (5391)

Infanto Juvenil (4726)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140717)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6142)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
cronicas-->Segunda à tarde -- 11/11/2001 - 13:23 (Aila Magalhães) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
É tarde de uma segunda-feira que se fez ensolarada
Pouco importa que não tenha sido só pra mim...O sol me aqueceu a alma, clareou-me a visão...
Sob os últimos raios de sol, escuto Nat King Cole cantar o amor como algo esplendoroso. O céu se alaranja rapidamente...tons de rosa e púrpura tingem as nuvens, me lembrando as cores impressionistas. Os lilases...
De minha pequena janela, observo o que me é possível. Mas ponho os olhos no que não vejo.
E se pareço ter o olhar perdido, é apenas disfarce de minha alma, que bem sabe o que quer.
E meus olhos obedecem, meu coração se acelera , meus pensamentos devaneiam em frenesi...
Sei que agora, quando o sol se despede em mais um raio, justamente aquele que parece vir do esforço final, da dor de toda despedida, como na mais forte contração de um parto, alguém me ama.
E não me importa por quantas noites resistirá este amor. Não me importa quantas vezes atrasarei o meu relógio, como se fosse possível não ver dez e meia chegar...
Tudo o que me importa é o que meus olhos não vêem, mas meu coração sente, a certeza que amanhã, o mesmo sol lá estará a brilhar...e mesmo que chova, lá estará ele, por trás das nuvens, à espera de meus olhos...lá estará ele.
Penso na noite que logo vem. O que me trará a noite? Que surpresas me chegarão com as estrelas?
Antecipo a noite, antecipo o tempo. Trago a noite inteira para dentro de mim.
Que venham as dez e meia. Pouco me importa. Amanhã é novo dia.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui