Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
132 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57788 )
Cartas ( 21194)
Contos (12699)
Cordel (10212)
Crônicas (22324)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13430)
Frases (44614)
Humor (18718)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138441)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5054)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Frases-->REJEITAR E ACEITAR -- 16/05/2006 - 08:51 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Quantas coisas de início se rejeita, mas depois se aprofunda e dá valor
José de Sousa Dantas, em 16/05/2006

Não se deve julgar pela aparência
tudo o quanto se nota neste mundo,
é preciso ter um senso profundo
e agir com a plena consciência;
e de tudo, analise a consistência,
sua finalidade e o teor,
procurando ser bom conhecedor,
para não se enganar pela suspeita.
Quantas coisas de início se rejeita,
mas depois se aprofunda e dá valor.

Quantas vezes se diz: “Me enganei !
sobre algo que tanto rejeitava,
e naquele momento declarava,
DESSA ÁGUA JAMAIS EU BEBEREI;
essas situações já enfrentei,
pois o homem é sujeito a se expor
a falar, censurar e se opor,
da esquerda passar para direita.
Quantas coisas de início se rejeita,
mas depois se aprofunda e dá valor.

Ao CONTRÁRIO também pode ocorrer,
muitas vezes de início se aprovar
qualquer coisa e depois verificar
que não era o melhor pra se escolher,
e assim poderá se arrepender
desse ato da sua decisão,
uma prova que todo cidadão,
a ERRAR E ACERTAR, está sujeito,
corrigir-se não é nenhum defeito,
mas é uma virtude do Cristão.

OBS:.
Mais 7 estrofes sobre o tema veja em CORDEL.




Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 859 vezesFale com o autor