Usina de Letras
Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
73 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58839 )
Cartas ( 21227)
Contos (13042)
Cordel (10266)
Crônicas (22175)
Discursos (3163)
Ensaios - (9367)
Erótico (13474)
Frases (46084)
Humor (19164)
Infantil (4364)
Infanto Juvenil (3565)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1332)
Poesias (137989)
Redação (3039)
Roteiro de Filme ou Novela (1060)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5436)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O DECLÍNIO DO IMPÉRIO AMERICANO -- 18/08/2004 - 21:43 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
O DECLÍNIO DO IMPÉRIO AMERICANO


0000FF”> Dias atrás eu e um colega, professor de história, estávamos debatendo a hegemonia dos EUA sobre o resto do mundo em algumas áreas. E houve o seguinte impasse: Os EUA como império estão em declínio? A resposta foi “Sim”. E para justificar tal resposta foram usados os seguintes argumentos:



* Tal qual no passado, outros impérios ao entrar em declínio eram totalmente deficitários na sua balança comercial. Hoje os EUA têm um déficit de bilhões de dólares no comércio com o resto do mundo. Nenhum país pode crescer com um déficit desses, nem mesmo os EUA;

* Antes de entrar em colapso, todos os impérios eram odiados pelo resto do mundo. Hoje, nenhum país é tão odiado quanto são os EUA. Isso faz com que o império tenha que gastar enormes quantias para se proteger dos inimigos; quantias que poderiam ser usadas em infra-estrutura, no bem estar, em educação, etc;

* Antes do declínio, algum outro país surgia como nova potência e que logo depois se tornava o novo império. Hoje, esse papel cabe à China.

* O número de nações que o desafiava ia crescendo à medida que o império ia perdendo força. Nunca os EUA se viram tão isolados e desafiados por tantas nações como nos últimos anos;

* Um império em declínio muitas vezes vencia uma guerra, mas não conseguia manter o controle sobre o povo conquistado. Isso vem acontecendo com os EUA no Afeganistão e no Iraque. Venceu a guerra, mas não consegue controlar a população.

* Em declínio, um império também perde a hegemonia cultural e científica. Os EUA ainda não perderam sua hegemonia na cultura, mas se faz notar que já teve uma importância bem maior que têm hoje. Na área científica, hoje o número de patentes registradas está em declínio enquanto a de outros países como Coréia, China e Índia estão em ascensão.

* Até no esporte, os EUA estão perdendo sua hegemonia. Isso deve ser confirmado nas olimpíadas de Atenas.



Claro que existem outros fatores, mas esses já são suficientes para chegarmos à conclusão de que ao EUA já não são mais os mesmos. Talvez, esteja na hora de prestarmos mais atenção a China, a mais nova superpotência mundial.




Leia também:



EUA, CUBA E A RECIPROCIDADE


FIXÃO E REALIDADE


HOJE EU ME SINTO ÓRFÃO

O MUNDO SERIA DIFERENTE...

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui