Usina de Letras
Usina de Letras
11 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->O elogio dos hipócritas -- 15/08/2004 - 17:09 (Athos R. Miralha da Cunha) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos




O elogio dos hipócritas

Athos Ronaldo Miralha da Cunha



Em qualquer espectro social há a presença desagradável dos hipócritas. E estão intrusos, também, nesse democrático encontro literário que é a Usina de Letras.



São indivíduos, que diante da pouca luminosidade das idéias, valem-se única e exclusivamente, das agressões. Não constroem e tampouco justificam seus parcos dotes literários. Julgam-se acima do bem e do mal. E são tomados pela empáfia de frases mal-formuladas e desconexas. Não concentram um pingo sequer de realidade. E, escondem-se sob o manto virtual da internet.



As agressões são fortuitas, frágeis e não acrescentam valor nessa literatura em que buscamos incansavelmente aprimorar. A quantificação literária da redação agressiva dos hipócritas é medida em ângstrom. Ainda se fosse possível medi-las.

Reconheço, não somos culpados pela nossa escassa formulação literária.



Não há conteúdo. Não há forma e nem valor. Não há densidade nos verbos. São apenas xingamentos soltos ao vento. Não há retruco nesse frágil embate de supérfluos ideais.

Apenas uma constatação: ainda bem que meus artigos não são do agrado dos hipócritas. Preocupado eu estaria se deles viessem elogios. Aos hipócritas eu agradeço as agressões.











Bandeira cor de aurora (Aos petistas que olham além do horizonte)





Berço esplêndido

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui