Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
218 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58113 )
Cartas ( 21211)
Contos (12845)
Cordel (10239)
Crônicas (22074)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13451)
Frases (45254)
Humor (18928)
Infantil (4145)
Infanto Juvenil (3226)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138689)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1057)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5245)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->NÃO SABE DA MISSA UM TERÇO -- 15/03/2020 - 14:27 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

NÃO SABE DA MISSA UM TERÇO

Zé Velho é um desses cidadãos muito simples, trabalhador por excelência, que de vez em quando vai tomar um trago matinal de cachaça, que é essa bebida feita a partir da fermentação da cana de açúcar, lá no seu recanto costumeiro, conhecido pelo nome de o Bar da Esquina Solitária.

Naquele espaço amistoso de sempre, ele e seus colegas de copo falam de tudo um pouco: de futebol, política, economia, medicina doméstica, religião e até da vida alheia. 

Numa dessas suas passagens por lá, em meio a uma dessas rodas de amigos, ele começou a contar alguns causos, envolvendo um antigo colega de infância, falando que ele estava se dando bem na função de “homem do povo” e antes que terminasse de falar, um de seus amigos de mesa de bar, disse em voz meio sussurrada:  

- Esse cara de quem o senhor está falando é um picareta de marca maior!  

Zé Velho ficou horrorizado com o que escutou, pois ele não estava aceitando que seu antigo colega de infância, de uma hora para outra, poderia ter se transformado em um instrumento que consiste em uma peça de ferro com duas pontas aguçadas, que se prende a um cabo, geralmente de madeira, e serve para escavar a terra, arrancar pedras etc., e meio chateado retrucou:  

- Isso é um verdadeiro absurdo. O que eu sei e que outras pessoas também sabem, é que ele é uma dessas pessoas que se juntam a outras do seu meio para trabalhar pelas comunidades das periferias e que por conta disso sempre está prometendo ajudar as pessoas mais pobres.

Enquanto ele fazia a aparente defesa de seu colega de infância, revestida de aquele ar de felicidade e emoção, outro amigo de copo que estava bebendo noutra mesa ao lado, falou baixinho com seus botões:  

- Coitado do Seu Zé Velho! Não sabe da missa um terço... e riu de forma bem discreta.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 16Exibido 177 vezesFale com o autor