Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
208 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58126 )
Cartas ( 21211)
Contos (12849)
Cordel (10239)
Crônicas (22077)
Discursos (3148)
Ensaios - (9225)
Erótico (13451)
Frases (45269)
Humor (18933)
Infantil (4151)
Infanto Juvenil (3229)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138691)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1057)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5246)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->A Porta* -- 12/10/2014 - 15:40 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A Porta*


Muito grato, Heleonora. Quanta saudade! Infelizmente, eu não conhecia a composição. Extremamente real. Vale a pena ouvir e reouvir mais de uma vez.


Sua carta, de 12/10/2014, atenciosa e meiga, deixou-me sensibilizado no Dia das Crianças.


Eu sou feita de madeira,
Madeira, matéria morta,
Mas não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta.


Eu abro devagarinho
Pra passar o menininho.
Eu abro bem com cuidado
Pra passar o namorado.
Eu abro bem prazenteira
Pra passar a cozinheira.
Eu abro de supetão
Pra passar o capitão.


Só não abro pra essa gente
Que diz (a mim bem me importa...)
Que se uma pessoa é burra
É burra como uma porta.


Eu sou muito inteligente!
Eu fecho a frente da casa,
Fecho a frente do quartel,
Fecho tudo neste mundo;
Só vivo aberta no céu!


* Composição: Vinicius de Moraes/Toquinho.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 143 vezesFale com o autor