Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
92 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57389 )
Cartas ( 21182)
Contos (12609)
Cordel (10139)
Crônicas (22259)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44142)
Humor (18587)
Infantil (3850)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138556)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Carta ao amigo João Erismá de Moura -- 19/06/2014 - 13:22 (Adalberto Antonio de Lima) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

 

Amigo  Erismá:

O tempo que alivia a dor, não apaga a lembrança. E nem pode.

Sei a história de sua amada filha; primeiro, pela boca da mana Vilzedir Maria,

que também já está na glória do Pai,

e, depois pelo que você escreveu sobre a filha Caroline.

Sabemos que pela lei natural, vão primeiro os mais velhos,

mas esse nem sempre é o tempo de Deus, contudo, e apesar disso,

temos a certeza de que aqueles que foram chamados ao seio do Pai, antes de nós,

nos precedem na glória e nos recepcionarão, quando chegar nossa vez de entregarmos o espírito ao Criador.

Fique com Deus e receba desse Pai maravilhoso a bênção celeste, só ela é capaz de reconfortar a alma.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui