Usina de Letras
Usina de Letras
59 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 60367 )

Cartas ( 21289)

Contos (13387)

Cordel (10358)

Cronicas (22277)

Discursos (3194)

Ensaios - (9716)

Erótico (13520)

Frases (48257)

Humor (19555)

Infantil (4830)

Infanto Juvenil (4180)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1345)

Poesias (139372)

Redação (3119)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2438)

Textos Jurídicos (1949)

Textos Religiosos/Sermões (5812)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Teses_Monologos-->Me explica o que é nexo! (papo coerente sobre a incoerência) -- 02/07/2005 - 07:00 (CARLOS CUNHA / o poeta sem limites) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos




















- Porra... To feliz e não entendo essa implicância de vocês!

- Ninguém ta implicando, é que você ta falhando.

- Então mostra a minha falha! O que estou fazendo pra ser censurado assim?

- Você chapou cara. Ta falando coisas sem nexo e divagando. Todo mundo esta incomodado e preocupado em sua volta.

- Merda... Então me explica o que é nexo!

- Ora, é coerência nas idéias e atitudes...

- To tentando entender, ele falou com sua voz pastosa de bêbado, mas se podia notar uma grande preocupação em suas palavras. Caso eu estivesse aqui sentado quietinho, não tivesse tirado a gravata e também não sorrisse e gargalhasse o tempo todo eu estaria em meu estado normal? Seria visto por todos como uma pessoa normal, é assim?

- É mais ou menos por ai...

- Vai se foder então cara! Vim aqui pra beber, dar muitas risadas e você – junto a esses outros babacas – me censuram e querem que eu volte a ser a máquina com que estão acostumados! Vou continuar tomando todas e foda-se você e o mundo. Amanhã eu volto a ser a pessoa normal, no conceito de vocês que se dizem meus amigos e tanto me desconhecem...





CARLOS CUNHA






CARLOS CUNHA / o poeta sem limites

(as páginas mais interessantes, coloridas e visitadas na USINA)


ERÓTICO

HUMOR

INFANTIL

CONTOS

POESIAS

OUTRAS CATEGORIAS DE TEXTOS








Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui