Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
176 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58697 )
Cartas ( 21227)
Contos (13016)
Cordel (10258)
Crônicas (22153)
Discursos (3160)
Ensaios - (9336)
Erótico (13467)
Frases (45898)
Humor (19093)
Infantil (4325)
Infanto Juvenil (3499)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1335)
Poesias (137808)
Redação (3033)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2423)
Textos Jurídicos (1942)
Textos Religiosos/Sermões (5395)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->MISSÃO HEROICA -- 02/11/2020 - 23:54 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

MISSÃO HEROICA

O garoto Juquinha é um fã incondicional dos heróis que aparecem nos filmes que passam na TV e daqueles das histórias de quadrinhos e, por gostar de estudar o idioma inglês, ele faz questão de tratá-los pelo nome original de cada um deles.

Assim, em vez de ele chamar pelo nome de Homem-Aranha, aquele personagem famoso que tem o hábito de subir pelas paredes quando precisa defender os inocentes, usando para tanto sua habilidade e força descomunal, ele sempre o trata pelo nome de Spider Man. Igualmente, ele procede com aquele personagem das histórias de quadrinhos que se assemelha a certo mamífero voador conhecido e que ele poderia chamá-lo simplesmente de Homem Morcego, mas ele só o trata pelo nome de Batman. Ele também gosta muito dos heróis Superman, Iron Man, Thor, Hulk, Mulher Maravilha, entre outros.

Sabe-se que, ultimamente, ele tem como missão tentar descobrir quem é o “herói” estranho que ao invés de ajudar e/ou proteger sua avó, como acontece com a maioria dos heróis dos filmes e das histórias de quadrinhos, diferentemente deles, só a atormenta, mas pela forma como esse "desconhecido" tem agido, causando desassossego todas as noites antes de ela dormir, quiçá, ele seja apenas um vilão disfarçado de mocinho.

Outrossim, ele tem dito, com um ar de garoto muito assustado, que não foram poucas as vezes que ouviu sua avó clamando pela ajuda divina nas suas orações, para desta forma tentar afugentá-lo, e ali tem feito para tanto, reiteradas vezes, um agradecimento, acompanhado por um pedido, iniciados e terminados com seu costumeiro sinal da cruz:

- Meu Deus, quero lhe agradecer por todas as graças recebidas, extensivamente a todos os membros de minha família, mas gostaria de continuar pedindo que nos dê muita paz e saúde como o tem feito todos os dias e que sempre nos livre do Mala Man...

Pelo pouco que conheço do temperamento irrequieto do garoto Juquinha, ele não sossegará enquanto não descobrir quem é esse Mala Man que vive importunando, todos os dias, a vida de sua avó.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 17Exibido 112 vezesFale com o autor