Usina de Letras
Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
218 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58847 )
Cartas ( 21227)
Contos (13050)
Cordel (10266)
Crônicas (22175)
Discursos (3163)
Ensaios - (9367)
Erótico (13475)
Frases (46091)
Humor (19167)
Infantil (4365)
Infanto Juvenil (3567)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1332)
Poesias (137991)
Redação (3039)
Roteiro de Filme ou Novela (1060)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5437)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Pássaro Preto e Melrinho* -- 25/09/2020 - 10:33 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

Pássaro Preto e Melrinho* 

Dupla sertaneja que se apresentava na Rádio Brasil Central de Goiânia (GO), na década de 1950. Cantava muito.  Meu pai era seu admirador. Lembro-me de uma vez que me levou à Rádio para vê-la e ouvi-la. Não chegou a gravar disco.

Contam os historiadores que, por um amor não correspondido plenamente,  Pássaro Preto, que, em suas apresentações, endereçava músicas à amada, tenta tirar a própria vida num programa de auditório. 

Os espectadores aplaudiram intrepretando que seria encenação. Não era. Deu um tiro no ouvido. Depois, quando todos pensavam contornar a situação, num descuido dos socorristas, atira no peito. Levado ao hospital, recebe o tratamento necessário. Recupera-se, foge com a musa; porém, não vive com ela muito tempo. Separam-se. 

* Brasília, DF, 26/09/2020.    

 

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 63 vezesFale com o autor