Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
202 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58157 )
Cartas ( 21211)
Contos (12857)
Cordel (10239)
Crônicas (22094)
Discursos (3147)
Ensaios - (9228)
Erótico (13452)
Frases (45304)
Humor (18938)
Infantil (4161)
Infanto Juvenil (3234)
Letras de Música (5506)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138720)
Redação (2996)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5252)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Da série -- 09/09/2020 - 09:09 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Da série "As Covíadas"

Félix Maier

Tudo muito estranho: quando não tinha ninguém morrendo, impuseram a quarentena. Quando o número de mortes atingiu o pico, abriram tudo.

Cada vez mais acho que Bolsonaro estava certo desde o início: os jovens sadios deveriam continuar trabalhando, enquanto que o grupo de risco (idosos e os com doenças diversas) deveria ficar em casa.

Fica a dica para a próxima pandemia, já prometida pelo relações públicas da China, Sr. Tedros Adhanom, Diretor-Geral da OMS.

Quando será?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui