Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
133 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57015 )
Cartas ( 21168)
Contos (12609)
Cordel (10074)
Crônicas (22188)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13394)
Frases (43614)
Humor (18448)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138218)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O BENÉFICO IMPACTO DO PLACAR GERAL PONDERADO -- 10/01/2004 - 15:24 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

A criação do “placar geral ponderado”, podemos dizer que foi a salvação da Usina. No ritmo estava a produção literária, em pouco tempo não iria haver espaço para tanta literatura. Com a criação do referido placar, o número de textos novos ficou surpreendentemente menor, e passou a haver até eliminação de textos antigos.



Antes da criação do PLACAR GERAL PONDERADO, havia uma frenética corrida na edição de textos, que tudo indicava que o repertório geral seria insuportável muito brevemente. Eu editava um artigo ou carta, e no dia seguinte ele estava fora da primeira página. Pessoas editavam um mesmo texto em várias categorias, outras ficavam trocando recadinhos, outras escreviam umas três palavras e criavam um artigo, discussões se expandiam a todo momento com várias respostas diárias.



Em uma carta ao Rubenio, que sugerira tal placar, eu disse:



“Imagine quantos lixos deixariam de entulhar esse espaço.



Há autores que ficam repetindo criticas infundadas para aumentar o número de textos e as probabilidades de serem mais lidos; outros que ficam trocando recadinhos pessoais que nada interessa aos colegas, nem são compatíveis com a finalidade do sítio; muitas vezes um mesmo texto é repetido em diversas categorias; e nem Osvald Souza ou alguns dos outros que você cita teriam facilidade em saber com exatidão quantos textos dignos de serem chamados de artigos, ou outros, que cada pessoa tem. É a seção de artigos cheia de recadinhos muitas vezes sem sentido; amontoados de palavrões; um lamaçal!



Se tivéssemos um índice de média de leituras, acredito que muitas dessas coisas seriam até apagadas. Mas como não temos, alguém põe lá um título qualquer chamativo e escreve “Vai tomar no...”, e uma porção de curiosos querem ver quem xinga mais ou melhor”
(Confiram tudo).



Ao surgir o maravilhoso placar, as críticas tornaram-se muito mais sóbrias, os recadinhos quase desapareceram, as multiplicações de textos quase não acontecem, e eu edito um texto e vejo-o três ou quatro dias na primeira página. E, como eu havia previsto, tem até gente apagando textos em lugar de ficar editando um monte todos os dias.



Agora, sim, acho que o sítio poderá suportar por muito tempo, porque muitos textos serão suprimidos ante a possibilidade de subir no novo placar. Eu até havia falado nisso, como exemplificado acima, mas não pensava que o impacto fosse tão grande. Superou em muito a minha previsão.









Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui