Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
102 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57394 )
Cartas ( 21182)
Contos (12613)
Cordel (10140)
Crônicas (22261)
Discursos (3139)
Ensaios - (9065)
Erótico (13414)
Frases (44148)
Humor (18588)
Infantil (3852)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138559)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2409)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->A corrida pela vida -- 30/05/2011 - 16:24 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Um espermatozóide que envelhecera ia sentido a cada dia que passava diminuírem as suas chances de fecundar um óvulo. Vida inglória, dizia consigo mesmo. Até que lhe veio enfim, uma idéia luminosa.

Aproximou-se da turma de jovens espermatozóides, escolheu o mais forte e impetuoso e lhe cochichou, do alto de sua respeitável experiência: meu caro amigo, somente dois espermatozóides que chegam primeiro na louca corrida da fecundação é que tem a oportunidade de penetrar no óvulo, o nosso nirvana.
Você, jovem e forte como é pode vencer a corrida e se quiser minha ajuda, o caminho mais curto lhe ensino eu.

Feito o trato, o velho espermatozóide montou no cangote do jovem confrade e se puseram ambos em posição de espera. E não tardou muito surgiu aquela convulsão típica de um ante-gozo, sangue correndo, veias pulsando, ereção no comando.

E na corrida louca partiu o jovem espermatozóide com o "titio" no cangote. E não foi que após todo um percurso escrotal e peniano, surgiu aflita a voz do velhinho:

- Pára, pára, pára que é punh....
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 304 vezesFale com o autor