Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
103 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57367 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44122)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138537)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Recordações 3 * -- 02/04/2012 - 13:55 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Recordações 3 *


Obrigado, Sérgio. Muito bom ter-me respondido. Fiquei pensando: será que ele ainda se lembra de quem sou?


É isto: os filhos vão crescendo, e sentimos alegria muito grande. Hoje, tenho dois netos. Parece que ser avô é reviver os tempos em que as filhos eram pequenos. Vivo tudo de novo e com muito encantamento.


Graças a Deus, estou bem. Sempre digo a alguns amigos (e é realidade!): o Senhor tem sido muito melhor comigo do que eu com Ele.


Sempre estive no mesmo setor. Quase 20 anos no mesmo lugar e 40 nessa magnifíca indústria. A aposentadoria tem-me tentado. Vai chegar a hora.


Por favor, vindo a Brasília, me procure. Minha casa está, como sempre esteve, às ordens: haverá uma dependência para receber o amigo de tantos anos. Será um prazer.



Meus telefones e endereços não mudaram.


Por enquanto, vou encaminhar 2 livros (as últimas edições que fiz): "Bem-querer" e "Fibra". Tenho um, de crônicas, "Harmonia" em que estou trabalhando há 3 anos. Creio que até o final do ano esteja editado. Assim que o fizer, mandarei um exemplar. O tempo é superdimensionado, e os minutos para dedicar a ele ficam restritos.


Pois é, Sérgio, as saudades são recíprocas. Lembro-me, com ternura, daquele futebol na Vila, do qual você participou. O dono time, meu amigo. O juiz, ranzinza, tudo apita. Apenas olho, mas você joga muito e garante a vitória. O baile de carnaval, no clube pertinho da casa de minha mãe. Ela foi com você para deixá-lo lá dentro. Os passeios no Iate Clube. O dia da sua formatura. Menino, de cabelos grandes, magrinho e, sem dúvida, muitos sonhos.


Se tiver tempo, faça uma visita ao Usina de Letras. Nele, tenho mais de 10.000 escritos entre Artigos, Cartas, Crônicas, Frases e Poesias. Nos artigos, quase sempre deixo minha impressão de certos acontecimentos, ponho entre parênteses (desabafo).


Recomendações a todos. Fique com Deus e até breve!


Com a estima e o abraço do

Bené


* Brasília, DF, 02/04/2012.




Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 160 vezesFale com o autor