Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
92 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57363 )
Cartas ( 21181)
Contos (12602)
Cordel (10135)
Crônicas (22251)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44118)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2799)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138535)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4942)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->2022 - A boca -- 19/10/2019 - 14:16 (Jairo de A. Costa Jr.) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

2.022 – A boca

 

Estava lendo e vendo um vídeo sobre a Deputada Maria do Rosário, que numa das comissões da Câmara ofendia Deputados presentes chamando-os de  hienas. A resposta de um deles foi de que ela era uma “asna”. Depois, alguém “explicou” a “burra” que “asna” é a fêmea do jumento. Destarte, podemos dizer que eles são assim mesmos, simplesmente pelo fato e pela biologia de terem boca e se acharem no direito de sair falando a torto e direito. Esclarecendo aqui que os bocudos se encontram de um extremo a outro na escala ideológica.

Lá em Curitiba tem um espaço denominado “Boca Maldita”, sem área determinada ao redor do alguns cafés num calçadão do centro. Tribuna livre de palavras e pensamentos, onde cada um pode se utilizar de sua boca para o que der e vier. Tem que aguentar. Como o nosso atual Presidente que tem se valido de sua boca para expor tudo que lhe passa pela cabeça, vamos ver o quanto ele aguenta, até onde e até quando. O Frota, por exemplo, já está detonando chamando-o de traidor e de vagabundo.

Mas eu comecei neste tema da boca, por ter visto uma penca de ditados populares, que são sagrados nos seus sentidos, já que forjados pelos anos e pela sabedoria de quem os aplica e os comunga. Ei-los:

- A boca que profere uma mentira mata a alma;

- Boca calada é remédio;

- Boca fala, boca paga;

- Boca calada diz tudo;

- Boca que se beijou nunca mal se desejou;

- Diz a boca o que o coração sente;

- Em boca fechada, não entra mosca;

- O coração sente e a boca mente;

- O mal que da tua boca sai, em teu peito cai;

- Palavra fora da boca é pedra fora da mão;

- Peixe morre pela boca;

- Quem anda de boca aberta, ou entra mosca, ou sai asneira;

- Quem tem boca não manda soprar;

- Quem meu filho beija, minha boca adoça.

Ditados esses que achei fazendo palavras cruzadas num daqueles livrinhos Coquetel, mas na Internet e no dia a dia existem muitos mais ditados e muitos maus usos da boca, como neste caso da Deputada Joice sobre o Presidente: “Inteligência emocional dele é -20, não é nem zero.”. Como se ela não tivesse feito uso da boca dele para pedir votos e se eleger.

Alguém poderia dizer que o uso da boca seria elemento de defesa e numa discussão ela, a boca, seria sua maneira de se salvar, mas não é bem assim. Sabem onde vejo o mau uso da boca, no Facebook e por escrito e até um paradoxo. Embora a pessoa escreva, mas para mim ela está falando, berrando até. Quem corrobora isto; oras, os mais diversos comentários, de um extremo a outro dos extremados de plantão.

E neste sábado de dezenove de dez de dezenove, depois de ler o que os nossos políticos falaram e estão falando um do outro. Ah, dá pra ouvir também, pois hoje em dia se grava quase tudo, até clandestinamente e até na frente das bocas falantes, ou mal falantes.

Mais alguns ditados, para encerrar:

- Boca de mel, coração de fel;

- Na boca do discreto o público se faz secreto;

- Na boca de quem não presta quem é bom não tem valia;

- Quem tem boca, vai a Roma;

- Boca de ambicioso só se enche com terra de sepultura;

- É frequente o riso na boca de quem não tem juízo. Inté! Cala-te boca...

Comentários

janie  - 20/10/2019

Cala-te boca. KKKKK

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 8Exibido 17 vezesFale com o autor