Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
217 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57947 )
Cartas ( 21205)
Contos (12800)
Cordel (10234)
Crônicas (22051)
Discursos (3145)
Ensaios - (9189)
Erótico (13452)
Frases (45034)
Humor (18878)
Infantil (4090)
Infanto Juvenil (3125)
Letras de Música (5497)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138521)
Redação (2984)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5189)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Leitura sem mimimi mas com tchutchuquinho -- 04/04/2019 - 18:08 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Leitura do projeto de reforma sem mimimi mas com tchutchuquinho

Hoje, fui fazer apenas a leitura do projeto de reforma previdenciária na Assembleia Bidiônica apresentado por um grupo da Frente Popular Nova Era, através do qual uma jovem de cabelos longos e seios avantajados envolvida na inconfidência Bidiônica  (aquela que comentei pela manhã com vocês), que me adicionou no grupo de estudos do Novo Testamento. Ao ler o texto, tive a impressão de estar lendo uma carta apocalíptica. Como estou entorpecido por aquelas mamas fartas que me forneceram um leite delicioso e nutritivo, algo me puxava para a realidade da situação apoplética da minha fisionomia. Os parlamentares começaram a fazer perguntas difíceis e fui enfurecendo pois era uma pergunta atrás da outra e eu não conseguia concluir a linha de raciocínio que teria que inventar prontamente para garantir a aprovação. Major Lalá já não aguentava tanto lero-lero e pediu que a jovem que me proporcionou a belíssima viagem (partícipe) ajudasse ao pároco a esclarecer o que estava ficando escuro pra minha banda. A jovem morena (belíssima e encantadora) apresentou uma mala cheia de euros, expondo a todos os presentes a minha prevaricação que resultaria num golpe contra a filosofia bidionica. Todos ficaram decepcionados comigo e quiseram que eu fosse executado por enforcamento. Lalá arregalou os olhos e foi buscar ajuda a Dom Doros para me salvar da enrascada e exposição mais que sexo explícito provocada pela morena motoqueira. Dom Doros leu um artigo sobre perfeição e imperfeição, sugerindo aos ouvintes que a beleza da perfeição no ser humano está na sua imperfeição e todos os excessos são evidências de imperfeições grotescas, quase pré-históricas de tão brutais. Suei frio, me deu dor de barriga e Lalá completou: “quem nunca... atire a primeira pedra!” E todos se retiraram e a moça que me beneficiou com a tal viagem havia sumido, mas a mala ficou. Bom, eu respirei um pouco aliviado mas enrabichado pela bela morena que já tinha acostumado a chamar-me de tchutchuquinho.

Vai a paz!

Padre Bidião de Pilar

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui