Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
192 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57952 )
Cartas ( 21205)
Contos (12800)
Cordel (10234)
Crônicas (22052)
Discursos (3145)
Ensaios - (9191)
Erótico (13451)
Frases (45042)
Humor (18882)
Infantil (4091)
Infanto Juvenil (3129)
Letras de Música (5498)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138520)
Redação (2984)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5193)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Andanças, lambanças e comilanças -- 18/12/2018 - 15:22 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Andanças, lambanças e comilanças


Mundão pequeno e estreito nas andanças que guardo na memória presente dos meus ausentes. Perdi o itinerário do meu destino, mas não perdi o bom humor até mesmo frente ao mau humor alheio. Continuei a sorrir frente a gritaria à volta nas voltas que fui obrigado a dar juntamente com o mundo. Não podia ser diferente. Tive que engolir muito sapo de pântano dessa vida de um mundo aquartelado sem abas. Elas só serviam para dar brechas a outros mais espertos que eu, pois sozinho tive que me virar para dar a ausência merecida e sutilmente solicitada com gestos nobres de quem tem boa educação. Minha ação apenas refletiu um diálogo silencioso que me obriga a todos os dias santos ou não, continuar nas andanças pelas redondezas na profundidade do eu inerte.


Palavra da Salvação!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui