Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
84 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57492 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Escadaria -- 23/11/2018 - 14:47 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Escadaria

A cidade era pequena mas havia uma escadaria próxima à praça onde todos se encontravam para discutir assuntos irrelevantes. Havia disputa de dominó e quebra-braço, onde todos julgavam ser a melhor distração da pequena cidade. No entanto, a escadaria observava de longe e quieta, a movimentação elementar dos gestos e palavras articuladas de pouco enriquecimento linguístico. A escadaria era sempre observadora das dores das articulações alheias que a ilhavam com certo saudosismo dos tempos em que jamais pensaram que seria praticamente impossível alcançar-lhe o topo. Os cães, gatos e crianças brincavam nela e com ela aprontavam todas as peripécias típicas de seres inocentes. O casal de namorados usava seus degraus para torná-la fiel depositária das mais indecentes revelações e propostas inomináveis. Seus degraus ouviam atentamente sem que eles percebessem que ali haviam excelentes ouvidos. Eles se divertiam ouvindo tantas tolices e a validação do amor no concreto cimento de que eram feitos. Combinavam entre si, silêncio pois se a cidade soubesse de tantos segredos, jamais eles seriam anfitriões das nádegas alheias. Mas as crianças e os animais não paravam de brincar, entretanto o segredo era mantido e não haviam mentiras ou mesmo deboches. As crianças e os animais são a inocência em sintonia pura na melhor sabedoria.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui