Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
103 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57367 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44122)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138537)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Zita Coelho Netto 1 (*) -- 07/02/2011 - 22:53 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Zita Coelho Netto 1 (*)


Rio de Janeiro, RJ, 27 de novembro de 1980.


Telma e Bené, parabéns! Soube pelo Eliézer ** que é uma bela menina!


Um grande e afetuoso abraço na vovó mais feliz e querida: Teodora.


A todos, o meu entusiasmo e os agradecimentos a Deus pela joia com ele enriqueceu essa família tão querida, como presente de Natal, com o nascimento de uma lindeza de garotinha.


Com amor e carinho, a tia *** muito amiga

Zita

*****************************

Junto, veio cartão (coleção Mon Ami, Paris), muito bonito e sugestivo, com estes dizeres:


“UM BEBÊ!

Que maravilha!

A vida traz muitas bênçãos,
Mas a maior de todas
É a que acabaram de receber!
Um bebê meigo e pequenino.
E, por isso, aqui vão desejos
De muita alegria para vocês
E de que, com o crescer do bebê,
Cresçam também as bênçãos recebidas!”


______
(*) Filha do escritor Coelho Netto, por ocasião do nascimento da Christianne.
(**) Eliézer Bezerra, Jornalista, amigo comum, fundador e integrante da Academia de Letras de Brasília (ACLEB).
(***) Chamava-a respeitosa e carinhosamente de tia, embora não tivéssemos nenhum grau de parentesco.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 239 vezesFale com o autor