Usina de Letras
Usina de Letras
22 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61953 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10258)

Erótico (13560)

Frases (50354)

Humor (19993)

Infantil (5388)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140710)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cartas-->Eu vim pra te buscar -- 02/02/2011 - 14:18 (Andre Luis Aquino) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Sempre nascerá um som,
como um barulho emboscado,
a dar dimensão ao meu silêncio.
K.Sebastiani (poetisa italiana)

De todas as minhas imperfeições talvez o amor seja a mais perfeita delas, porque homens não amam como as mulheres amam, homens amam primeiro com o corpo para depois amar com a alma. Mas quando a alma ama não tem corpo que supere a chama.O Homem, por mais defeitos que tenha, é capaz de todos os heroísmos, porque a nobreza do espírito masculino não reside apenas na força, mas capacidade de usar sua energia para encantar o feminino.
A mulher é para o homem o mais sublime dos ideais, e por mais distante que ela esteja, ele viaja em sua direção a vida toda. De todas as minhas viagens, a mais longa tem sido essa para encontrar minha Penélope, como Ulysses, estou retornando da Guerra de Tróia, e imagino minha querida sentada na janela esperando por mim.
O pai da minha Penélope nunca gostou de mim, e insistiu que ela se casasse novamente.E eu no meio da minha viagem lutava contra a saudade, muitas sereias me agarram pelos pés e quase devoraram o meu coração, mas mesmo assim um pedaço dele sempre guardei. Do seu lado, Penélope, tentou se recusar a casar novamente o tanto quanto pode. Mas a insistência de seu pai parecia tê-la vencido. Todos diziam que eu nunca existi, que era só fruto dos seus sonhos de mulher sonhadora.
Penélope então para agradar seu pai resolve aceitar a corte dos pretendentes à sua mão. Mas para adiar o máximo possível o novo casamento, estabeleceu a condição de que se casaria somente após terminar de tecer uma colcha de tricô. Durante o dia, aos olhos de todos, Penélope tecia a colcha, e à noite secretamente ela a desmanchava. Falava para o vento para que eu, seu Ulysses, ouvisse, “fiz minha morada em seu peito meu amado, teço a colcha, mas não me rendo, não me entrego á dor, se alguém pensa que pode aprisionar o meu coração está enganado, se a distancia achou que eu iria esconder esse amor, que eu iria perder o teu amor...ainda espero por ti”
Mas uma das servas de seu pai descobriu o seu ardil e contou toda a verdade.Desmascarada, Penélope então impôs uma nova condição para se casar, que o pretendente que conseguisse atirar a flecha mais longe finalmente seria o dono de seu coração.
E desde então sei que muitos atiram suas flechas, cada um mais longe que o outro, e então eu cheguei com meu arco e flecha para atirar a minha seta.E pelo som do meu arco sei que a flecha que estou prestes a atirar vai ser a mais veloz e mais distante e a minha Penélope finalmente terá o seu Ulysses.
http://andre.aquino12.blog.uol.com.br
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui