Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
108 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57024 )
Cartas ( 21168)
Contos (12613)
Cordel (10075)
Crônicas (22190)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13394)
Frases (43619)
Humor (18448)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2680)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138222)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4849)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->UM PEQUENO DESAFIO PARA O ANTICRISTO -- 13/12/2003 - 16:50 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Um pequeno desafio foi lançado, e vou dizer aqui o que posso deduzir do conjunto dos dados históricos, físicos e biológicos que até o presente estão ao nosso alcance.



Gostaria então, que o cientista AntiCristo provasse a verdadeiro origem do homem. Seríamos descendentes dos macacos???



ALGUÉM AÍ TEM ALGUM PRIMO QUE É MACACO???



Eu, particularmente, não tenho nenhum parente meu com essa característica. Talvez o AntiCristo tenha.



COM CERTEZA O ANTICRISTO PENSA QUE A VIDA SURGIU DO NADA, COMO MÁGICA. OS ÁTOMOS SIMPLESMENTE ESTAVAM VAGANDO...E PRONTO!!! SURGIU A VIDA!!!



Conheça um pouco da vida de nosso salvador:”
(Para AntiCristo e Outros Descrentes... -- 12/12/2003 - 11:28 (Günther Palla Maier).



Recentemente, tive a notícia de que já está quase completo o mapeamento genético do nosso parente mais próximo do reino animal: o chimpanzé.



Além de as descobertas arqueológicas, de há muito, indicarem que nós, os gorilas e chimpanzés temos um ancestral comum remontando a cinco, seis ou sete milhões de anos, o projeto genoma atualmente conta a história que o homem deturpou ao longo dos milênios. Segundo um geneticista apresentado no Discovery Channel, a análise do código genético de pessoas escolhidas desde a mais antiga tribo africana, passando por povos do oriente médio, do estremo oriente, do leste da Rússia e chegando à América do norte, mostra mutações ocorridas a milhares de gerações, que foram tornando os grupos humanos um tanto diferenciados como os negros, os árabes, japoneses, os europeus e os selvagens americanos, todas essas alterações deixando cada povo mais adaptado ao clima do ambiente.



Atualmente, há até cientistas formados com propósitos religiosos de lançar dúvida sobre a possibilidade da evolução biológica, para lançar descrédito contra o que a ciência já conseguiu explicar. Mas, se a ciência não pode explicar tão satisfatoriamente a origem das origens, como se poderia dizer, por acaso têm as religiões uma explicação satisfatória?



De onde não pode nascer o pouco pode nascer o muito? De onde não pode surgir o simples pode vir o complexo? Esta é a pergunta que me fiz há muitos anos.



Os religiosos, protagonizados por Santo Tomaz de Aquino, alegam que do nada não pode surgir coisa nenhuma, o que inviabiliza o surgimento espontâneo da vida como explicado pela teoria evolucionista. Aí, eu raciocinei no mesmo sentido. Parece mesmo impossível; mas, se não pode do nada surgir um simples aminoácido, pode do nada ter surgido um ser perfeito e onipotente? A origem de deus ou deuses é mais inaceitável do que de aminoácidos, proteínas, protozoários, moluscos, invertebrados, vertebrados, etc.



E a questão não é tanto a origem. Se ainda não temos respostas satisfatórias, vamos pensar nos dados confiáveis que temos. É que tudo que existe tende a negar as divindades e, quanto mais se avança no aperfeiçoamento da análise do passado, mais se prova que a vida era mais simples e foi tornando-se mais complexa.



Se os dados arqueológicos nos mostra fósseis tornando-se mais evoluídos do passado para cá, não temos razão para duvidar das idéias de Charles Darwin.



Por outro lado, se a arqueologia apresenta um monte de incongruências dos relatos bíblicos sobre patriarcas, juízes e reis dos hebreus, não temos algo de sólido para continuarmos aceitando as idéias mundialmente pregadas sobre Yavé e outros deuses.



Quanto ao chamado “nosso salvador”, convido os colegas a ler O PREDITO MESSIAS E O CRISTIANISMO







Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui