Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
146 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58133 )
Cartas ( 21211)
Contos (12850)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13451)
Frases (45273)
Humor (18933)
Infantil (4152)
Infanto Juvenil (3229)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138693)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1057)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5247)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Walter Argento (Fibra) * -- 12/01/2011 - 23:45 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Walter Argento (Fibra) *


São Paulo, 07 de janeiro de 2011.


Prezado e ilustre poeta
Benedito Pereira da Costa


Para mim, o ano de 2011 começou glorioso, alegre e emocionante.

Mal abro a porta, encontro um envelope com o seu belíssimo livro Fibra.

Imediatamente, abri o volume, sentei-me e, numa profunda e cuidadosa leitura, li as 133 páginas, de uma só vez. Como é gostoso quando isso ocorre. Manusear um livro tão gostoso como este, alegre, reconfortante, instrutivo e sutil.

Aliás, tudo o que desejaria dizer está implícito no belíssimo e oportuno prefácio da Carmelina.

Fibra serviu-me, igualmente, para conferir se em minha biblioteca estão enfileirados todos os seus livros anteriores. Conferi e encontrei-os:

Bem-querer
Estrada
Lilases
Magia
Pélago
Reminiscências
Saldunes
Saudades

Agora, também, Fibra.

Tenho conhecimento de que Harmonia (crônicas) está no prelo. Quando o editar, mande-me um volume.

Como é honroso, nobre e consagrador ao Movimento Poético Nacional ter em suas fileiras um poeta com essa veia maravilhosa. Sensibilidade, luz na escuridão. Intelectual ao extremo.

Parabéns por existir, poeta Benedito Pereira da Costa. Só falta colaborar em nosso jornal. Ele sente falta de suas poesias.

A glória, a alegria e a emoção que senti ao raiar do ano de 2011 desejo transmitir ao estimado amigo.

Saudações,

Walter Argento

Presidente do Movimento Poético Nacional


______
(*) Por ocasião do recebimento do meu livro "Fibra".
























Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 372 vezesFale com o autor