Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
215 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58113 )
Cartas ( 21211)
Contos (12845)
Cordel (10239)
Crônicas (22074)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13451)
Frases (45254)
Humor (18928)
Infantil (4145)
Infanto Juvenil (3226)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138689)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1057)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5245)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->31 DE AGOSTO -- 31/08/2018 - 04:36 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:153791731534688800

       31 DE AGOSTO

Último dia do mês...
Considerado por algumas pessoas como o mês do desgosto, não o vejo assim.
A emoção aflora em mim nesta data, a sensibilidade fica à flor da pele.
Agosto representa começo, reinício e mudança na minha vida.
São muitas lembranças e detalhes armazenados no cofre da memória!
São fatos e histórias muito diferentes.
Um coquetel de sentimentos com sabores diversificados que atiçariam a curiosidade de um "expert" em adivinhar as nuances de cada essência presente.
Decisões sérias, respaldadas na confiança e no amor, que perduraram por longo tempo e frutificaram.
Em um momento inesperado os neurônios brincaram de jogar "amarelinha" e nem sempre as sinapses eram bem coordenadas. Vinham os sustos com os leves tombos ao saltar, sem querer, mais de uma casa no traçado.
Surpresas que fariam alguns fortes desabarem serviram para testar a fé em um Deus Amoroso, Todo Poderoso, com a certeza de que valeu a pena acreditar.
Gosto muito desta frase repetida pelo Monsenhor Jonas Abib: "Não existe coincidência, mas providência divina ou Deusdência." Ela contoinua a fazer sentido para mim, se observo o mês de Agosto.
Com brincadeiras ou atitudes sérias eu reflito sobre o que esse período do ano, em sintonia com o universo, modifica ou interfere na minha energia espiritual.
Não é um baú de tragédias... Uma caixinha musical, talvez, de fantasias que vão da colombina ao arlequim num carnaval de vários ritmos que se comunicam e não apagam a alegria e a esperança.

Dalva da Trindade S. Oliveira
      (Dalva Trindade)
           31.08.2018

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 3Exibido 59 vezesFale com o autor