Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57027 )
Cartas ( 21168)
Contos (12587)
Cordel (10075)
Crônicas (22190)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13394)
Frases (43620)
Humor (18448)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2680)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138222)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4849)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O HOMEM TRANSFORMANDO A NATUREZA – O DESEJO FEMININO -- 05/12/2003 - 17:14 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

O homem tem efetuado várias transformações na natureza, algumas nocivas, outras benéficas. Uma das mais importantes foi na atividade sexual, mudando de modo muito marcante a natureza sexual da mulher.



Praticamente em todo o reino animal, o macho está disposto ao sexo todos os dias, mas a fêmea só tem vontade de copular nos dias férteis.



No gênero humano nota-se uma diferença importante nesse aspecto: a fêmea humana gosta de sexo também fora dos dias férteis. Por que essa diferença? Parece que nem sempre foi assim.



Atualmente há essa diferença, mas é o resultado de uma lenta transformação impulsionada pelo predomínio violento do homem. Encontramos pelo menos aí uma vantagem decorrente da violência do homem.



Enquanto os outros animais respeitam as leis da natureza, o homem luta contra elas para mudar as coisas a seu favor. Levando uma vida violenta, combatendo contra feras e também outros humanos, o homo sapiens acostumou-se a impor sua vontade. Na questão sexual, o seu desejo teria que ser satisfeito incondicionalmente, independentemente da vontade da fêmea. A mulher passou a ser objeto de satisfação do homem, quisesse ou não, tendo que se submeter às suas ordens, fazendo sexo contra a própria vontade.



Esse comportamento feroz do homem, no entanto, embora impingisse sofrimento à mulher, a longo prazo foi benéfico, se não para as mulheres do passado, o foi para as de hoje. Submetida ao estupro rotineiro ao longo da vida, a mulher foi experimentando essa transformação, que mudou a programação genética, adquirindo o gosto pelo sexo fora dos períodos férteis. Hoje, todas elas se beneficiam disso.



Toda essa modificação, de que mulher nenhuma tem a reclamar, dificilmente teria ocorrido, não fosse o egoísmo masculino a forçar a situação. Pelo menos esse bem a mulher obteve da violência do homem.



Ver mais CIÊNCIA



ÍNDICE SISTEMÁTICO



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui