Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
21 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57550 )
Cartas ( 21185)
Contos (12638)
Cordel (10186)
Crônicas (22292)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44327)
Humor (18630)
Infantil (3915)
Infanto Juvenil (2862)
Letras de Música (5480)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138276)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4994)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O navio -- 14/12/2017 - 13:27 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O navio


Atrscado no porto, aguarda a visita de pessoas rumo a um destino comum ou não. Dependendo da situação, torna-se vínculo temporário do marinheiro em busca do porto seguro, seja no mar ou numa ilha qualquer. Acalma o coração dos enamorados do mundo que fazem residência na travessia das águas benditas, bem-vindas, a menos que sejam revoltas e os cuspam em direção às areias desertas. Nave das águas profundas, oceânicas. Eis que o navio se destaca por ser solitário diante do imenso aglomerado de mares e oceanos, além de sua arquitetura engenhosa elaborada com a finalidade de levar os sonhos adiante. Estrela do mar, ele aponta uma novidade na terra a vista na vista de todos. Lento, aos longínquos. Veloz e todo poderoso, ao minúsculo. Trafega todo senhorio de si e autoritário diante da corrente marítima que a ele se submete. Destinos são alcançados diante das cartas cartográficas servidas de menu ao seu comandante. Nave aqüífera que permite ao homem, a ilusão de ser o senhor do mundo e do nada, visto que a natureza revela e impera o seu poderio. Nave, navio, ouço o aviso de sua chegada no porto e corro em vão, ao cais que o impediu de atracar. Ajoelhei de cansaço e sentei ao chão, percebendo então que meu porto seguro, não era.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui