Usina de Letras
Usina de Letras
68 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59789 )

Cartas ( 21259)

Contos (13362)

Cordel (10327)

Cronicas (22226)

Discursos (3173)

Ensaios - (9570)

Erótico (13486)

Frases (47424)

Humor (19436)

Infantil (4671)

Infanto Juvenil (3997)

Letras de Música (5497)

Peça de Teatro (1340)

Poesias (138951)

Redação (3078)

Roteiro de Filme ou Novela (1061)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5694)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Lembrar é preciso - 17 (Ronald Biggs tapuia) -- 13/08/2001 - 09:41 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
"O que é bom a gente alardeia. O que é ruim para o Governo a gente esconde".



Esta é a "máxima de Ricúpero", utilizada pela esquerda atual, que lembra "ad nauseam" os "crimes dos outros", enquanto varre para baixo do tapete sua própria sujeira.



No dia 10 de agosto de 2001 Aloysio Nunes Ferreira "comemorou" 33 anos. Não de idade. Mas do assalto ao trem-pagador da Estrada-de-Ferro Santos-Jundiaí.



Alguém da imprensa lembrou o "grande feito"? Claro que não. O que é ruim (para nós) a gente esconde. E lembra apenas a sujeira dos outros.



Quem disse que crime não compensa? Para saber como o crime é altamente lucrativo, acesse "Onde eles estão?", em www.ternuma.com.br/aonde.htm. E morra de inveja se não encontrar seu nome na lista!





Por isso, sempre e sempre, lembrar é preciso!



Leia abaixo um pouco do rico currículo do Ronald Biggs tapuia, que hoje ocupa a ante-sala de FHC.



----------



"ALOYSIO NUNES FERREIRA ("BETO", "MATEUS")



- Em 1964, ingressou no PCB, em São Paulo. Optando pela luta armada, passou para a Ala Marighella, posteriormente transformada na ALN, uma das mais violentas organizações terroristas brasileiras. Como militante da ALN, participou de diversas ações armadas, dentre as quais pode-se destacar, em 10 Ago 68, o assalto ao trem-pagador da Estrada de Ferro Santos-Jundiaí e, dois meses depois, o assalto ao carro-pagador da Massey Ferguson.



- Em Nov 68, com passaporte falso, fugiu para Paris, onde, três anos depois, passou a militar no Partido Comunista Francês.



- Regressou ao Brasil com a anistia, em 1979, e ingressou na política em São Paulo, sendo deputado estadual, vice-governador e deputado federal pelo PSDB.



- Atualmente, é o secretário-geral da Presidência da República."



(Extraído de www.ternuma.com.br)

Comentarios
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui