Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
89 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57529 )
Cartas ( 21184)
Contos (12629)
Cordel (10184)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44313)
Humor (18626)
Infantil (3910)
Infanto Juvenil (2857)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138254)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4989)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Quando a moral arrota -- 28/10/2017 - 11:10 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Quando a moral arrota


No serviço público, não há o que se comemorar tendo em vista os escândalos que ora descem notícias de Brasília, ora a suposta moral arrota nas repartições. Cobrança daqui, cobrança acolá, e o servidor de suas dores serve de cardápio aos moralistas de plantão. Pois é... o plantão da moral é muito mais assíduo que se pensa. Mas é só a suposta moral que acredita se ter num ambiente vexatório em que o público não faz parte, a não ser o ego tão presente e estrela da vaidade daqueles que se servem da dor. O serviço público continua na nudez inóspita do caos que vive sendo noticiado diariamente e o “bolo” de aniversário fora substituído pelo coquetel da vergonha.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui