Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
28 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Sua majestade, o sol! -- 18/10/2017 - 10:50 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sua majestade, o sol!

Manhã de chuva tímida na cidade ainda sonolenta a cada passo de preguiça que mantém o corpo ainda preso à cama. Até o sol resolveu prolongar um pouco mais seu sono e atrasou sua aparição. Mas ninguém reclamou porque não havia necessidade das pressas fantasiosas criadas para supor uma importância que não existe, pois o que há mesmo é a pulsação que bombeia o fluido vermelho e segue o ritmo e ritual da natureza. Não há comandos sobre o que já está programado e muito menos superiores e subordinados. Tudo organizado na harmonia natural que dispensa a ordem a ser dada. Lá, está o astro rei que se espreguiça no caos de suas explosões e faz todos girarem à sua volta em o egocentrismo do humananimal que fica só como um mero figurante do teatro universal. A cada giro, a Terra dança na coreografia do universo enquanto a grande peça estreia na sua superfície, o espetáculo da vida.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui