Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
109 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138235)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Elza -- 13/10/2017 - 13:37 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Elza


Sessão da tarde de épocas que mantém a memória e saudades vivas. Tempo sútil em tudo, onde não havia a clareza surreal do tempo presente. A magia de filmes que retratavam a vida de Elza, uma felina que lutava pela liberdade em seu habitat com os filhotes. Elzas que me encantaram e me assustaram com a liberdade de livre ser no país e fora dele. Hoje, toda essa liberdade causa-me espanto ao notar que a ausência dela é mais marcante. Mas Elza continua lá na selva enquanto outras tantas continuam na cidade presas no limite urbano, sem jamais sentir o aroma e a leveza das matas, florestas, rios, cachoeiras. Feras indomáveis não permitem a sutileza da natureza e perdem as garras fragilizadas de tanto usá-las em vão. Elza, amiga selvagem e inocente dessa pobre gente.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui