Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
47 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57109 )
Cartas ( 21170)
Contos (12593)
Cordel (10092)
Crônicas (22212)
Discursos (3137)
Ensaios - (9016)
Erótico (13403)
Frases (43764)
Humor (18488)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2719)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138317)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->Folia -- 04/10/2017 - 13:49 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Folia







Na folia que canta o nosso carnaval, vens desnudo de tudo encontrar-me no santuário divino. Nesse instante em que o plural singulariza, nós deixamos de existir e voamos ao somente SER. Encontro agendado pelo acaso universal, caímos na folia sem máscaras, cara a cara, corpo a corpo. Pulamos ao som da nossa orquestra onde o gozo celebra com desejos sonorizados, a união do “pierrô” com a “colombina” sem trajes íntimos. Só na intimidade celebramos nossa folia, descendo a ladeira e ao lado do mar, maestramos nossa orquestra. Nas ondas do mar, mergulhamos no vai e vem do baile do enlace corpóreo, no cheiro a cheiro e vertes neste corpo tua lança de pirata do mar que jorra no amor profícuo a ambos. Brindamos no cálice jorrando o líquido da lança nas paredes das entranhas do ser menina que o frevo pinta a beleza Mulher toda a nossa volúpia reprimida no dia a dia, para sermos então uno
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui