Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
106 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138235)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A preguiça -- 29/09/2017 - 15:06 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A preguiça

Ter muita estima por ela, uma vez que acalma e tranquiliza os ânimos exaltados do dia a dia corrosivo. Amiga das horas sem obrigação, reina junto a uma rede que sem intrigas, vive melhor. Sua companhia permite um balanço maior na rede da roda viva a girar sem o controle pontual do tempo que passa a hibernar nos ponteiros do relógio que parar parar de trabalhar, mantém a integridade física de todas as peças já desgastadas pela ação do tempo. Ele age sem dó na dor diária e comunitária da irmandade desunida que recebe sem opção de rejeitar o que nosso de cada dia que ia se deixando levar pelo ar da cidade poluída. O tempo casou-se com a preguiça e deram chances um ao outro de ressurgirem em momentos oportunos na surrealidade cronometrada e sem vida que fazem a ocasião imperar, sem império algum, sem Reis ou rainhas. Apenas abelhas rainhas da colmeia universal, tem a garantia de ter a melhor oferta das doces horas do tempo.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui