Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
103 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57529 )
Cartas ( 21184)
Contos (12629)
Cordel (10183)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44312)
Humor (18626)
Infantil (3910)
Infanto Juvenil (2857)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138254)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4989)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Primavera -- 23/09/2017 - 10:28 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Primavera

Resiste ao tempo, flores do tempo e encantadoras sementes latentes, dormentes, fluorescentes abertas ao tempo cadente na idade certa. Prima sem ser única na verdade que cabe a cada estação de uma nação à procura da colheita das cores com dores. Vive e ressurge, brota e em sendo revela ardores de tantos amores em pétalas ao rio sobrenadam indo à cachoeira a desaguar nas águas primaveris. Inverno... outono, excesso de folhas sobre chão pisado e apilado na dor e na cor do meu Pilar.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui