Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
100 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57492 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O café da manhã -- 18/08/2017 - 07:44 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O café da manhã

No novo ambiente, Bidião sentia falta da dieta matinal reforçada, pois que todas as fiéis beatas sempre traziam-lhe pratos dos mais variados. Era pamonha, bolo de milho, mungunzá, pão caseiro, pudim, bolo... entre outras delícias que somente as prendadas oferecidas sabiam fazer. Bateu-lhe uma saudade desse convívio em que o ego religioso era massageando pelas entranhas. Estava agora, isolado num lugar em que teria que reiniciar todo o processo de evangelização e apenas com uma única devota que nunca e jamais o abandonaria, pois havia entre os dois uma relação de obrigada devoção a que Bidião deveria se subordinar posto que essa devota, se julgava superior às demais, pois rendia-lhe um amor quase maternal de tanta cobrança. E o amava como sempre o amou, desde a juventude em que os hormônios eram aflorados.
Mas a natureza homem de Bidião, não aguentava a prisão a que tal fiel lhe submetia. Ele precisava de mais e mais fiéis a render-lhe a atenção da natura humananimal.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui