Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57502 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10175)
Crônicas (22280)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44274)
Humor (18616)
Infantil (3901)
Infanto Juvenil (2847)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4980)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O tolo -- 01/08/2017 - 12:47 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Não se refuta a coerência que existe no tolo que sabidamente atenta ao todo, pois ele sabe e muito bem que todas as questões que envolvem as atitudes, ser-lhe-ão cedo ou tarde, exigidas. Mas porque será que o tolo sempre protegido está pelo acaso? Talvez o acaso seja algo tão elementar que o torna a princípio um pouco esperto a cada aprendizado que lhe dispuser. Esse aprendizado seria então a alma do negócio que requer desprendimento e quiçá uma habilidade genuína ao tolo. Não tem como haver uma pintura sem pincéis ou mesmo sem a ousadia de um sonhador que tenta enquadrar suas expectativas e dispo-las numa muralha que mantém de pé todos os sonhos. Há que se montar primeiros os tijolos, um a um à altura daqueles sonhos que formarão a mais bela curva que a arte surreal exige de um tolo que sabe sonhar e viver, ser feliz e despojado das iguarias de toda a forma de vaidade.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui