Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
104 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138234)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Amigos -- 30/07/2017 - 10:54 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Amigos não encontra, fazem sentido a qualquer hora, em qualquer lugar. É a leveza da linha e tecido a caber no corpo. Não desnuda, abriga o abrigo desabrigado. É calor e frio, tristeza e alegria solidária na solidão. Ausência de perfeição e alfabeto aberto... solto nas entrelinhas. É linha que apoia o A, o B, o C, o D... permite o acento, a vírgula e evita o ponto que a deu origem. Segue infinitamente sem pausa. Tem sempre um novo parágrafo e bobeira também. Seriedade com séries de parceria e viagens solitárias, mas está ali basta enxergar com os olhos do coração. Só isso.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui