Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
114 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57493 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->As aparências -- 26/07/2017 - 05:52 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Interessante! Uma estátua burguesa toda em cobre, aço, alumínio, bronze, prata e ouro mas a cabeça é de camarão e os pés de argila. Com a massa cinzenta não mais cinzenta e cheirando a dejetos, jamais haverá possibilidade de juntar o camarão com a argila. Não que sejam incompatíveis, mas simplesmente porque dois dejetos e portanto, duas massas, não conseguem a solidez de um pensamento crítico, que vingue qualquer ideia e muito menos atitude...
Segue então, a o conteúdo sem as bases firmes e sólidas à procura
de ideias e atitudes que se aproveitem no cotidiano surreal de mentes que povoam o vazio de uma sociedade que visa o ter e o poder, defecando em qualquer lugar e desrespeitando o outro, subestimando-lhe a nobreza do ser.
O culto exacerbado ao corpo carece de muita clareza e bom senso. A aparência não sobrevive ao tempo e com isso, o povo passa e a vida reina.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui