Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
102 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2848)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138234)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Impostos -- 18/07/2017 - 08:01 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Impostos

A imposição de determinada quantia a ser paga por contribuintes, com retorno na aplicação de bens e serviços em favor da sociedade de uma forma geral, deveria ser praticada com uma adequada visão sobre qual o benefício que um investimento monetário pode produzir numa cidade e na vida dos cidadãos. A matemática nunca foi e nunca será o forte deste que aqui escreve, mas o entendimento no geral leva-me a reflexão de que a matemática no sentido humanístico, nunca existiu. Talvez, pelo fato de se revelar apenas de forma egoísta, gerando subtrações e perdas, recuso-me a encarar de forma amigável, tal ciência. A matemática do meio ambiente provoca-me entusiasmo pela vida, uma vez que ele está sempre a interagir com todos, sem discriminação, com resultados favoráveis ou não. Um tsunamis ou mesmo um terremoto, representa a forma de resposta mais democrática da mãe natureza, frente a ação predatória em nome do capitalismo. Portanto, sou e serei um eterno contemplador das ciências naturais e porque não, do resquício de humanidade que ainda sobra a alguns humananimalis.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui