Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
57 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57517 )
Cartas ( 21184)
Contos (12611)
Cordel (10179)
Crônicas (22288)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44292)
Humor (18621)
Infantil (3907)
Infanto Juvenil (2852)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138244)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4986)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Cangaceiro, companheira e cão -- 16/07/2017 - 15:11 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Cangaceiro, companheira e cão

Na mira dos sertões, bate na porta uma frente fria de arrepiar os bolsos mais seguros do laranjal onde o ouro mina sem a menor pretensão de se declarar falso ou verdadeiro.
O senhor Calheiros tá plantando laranjal no Panamá? Ou o Canal de Panamá agora seria o mapa da mina de ouro dos sertões das grandes veredas? O cão tá com fome e não tem ração, o sertanejo sofre a ação do cabresto, e sente na pela a frente fria sertaneja numa noite de lua cheia. Nem osso tem para roer, pois o cão nem dente tem mais. Mas o sertanejo, não perde a esperança de um dia sair do cabresto.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui