Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
120 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58267 )
Cartas ( 21211)
Contos (12885)
Cordel (10242)
Crônicas (22111)
Discursos (3152)
Ensaios - (9257)
Erótico (13456)
Frases (45457)
Humor (18978)
Infantil (4207)
Infanto Juvenil (3298)
Letras de Música (5511)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138792)
Redação (3005)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1935)
Textos Religiosos/Sermões (5287)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->CARTINHA -- 04/12/2009 - 02:18 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:131530993781350600
CARTINHA

País da Ilusão, um dia qualquer...

Alô, Amor!

Este poderia ser teu nome, se o sentimento de alguém pudesse transformar um registro oficial.
Entretanto, de que te serviria este novo batismo se não podes dar, em troca, o que encerra o nome àquele que gerou o sentimento, na esperança de vê-lo retribuído?
Não te recrimino, nem a mim.
Deste-me muito de bom que possuías, e tiveste de mim o que de melhor pude proporcionar.
Se todos os nossos momentos não foram excelentes, contudo não conseguiram abalar o nosso relacionamento.
Creio que não nos decepcionamos.
Agora é inviável prosseguir falando contigo tudo que me acontece.
Confesso, mesmo assim, o carinho imenso que sinto por ti, que me faz desejar que tenhas o melhor do mundo, enquanto tiveres vida, resguardando-me o mesmo, como se retribuição houvesse.
Posso, não?
Beijo-te, carinhosamente.
Eu.

Dalva da Trindade S. Oliveira
17.11.1974 - 18:00h
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 3Exibido 421 vezesFale com o autor